15 fevereiro, 2012

Porque as crianças não obedecem ao NÃO

Desde a gravidez que eu procuro entender os bebês/crianças. Não procurava somente saber em como acalmar um bebê que chora, mas também entender o porquê choram. Entender como eles funcionam ajuda na nossa  atitude e consequentemente melhora a harmonia da casa. E quem nunca percebeu a dificuldade que as crianças tem em obedecer? Grande foi meu encanto quando vi esse vídeo. Saber que as crianças não tem o cérebro totalmente desenvolvido, muita gente sabe. Mas saber que a parte que não é bem desenvolvida é justamente a que bloqueia uma ação, ajuda muito a melhorar nosso relacionamento com os pequenos, não?

Quem viu um quadro do Fantástico, Neuro lógica? Não tenho idéia do quão velho seja, pode ser que todo mundo já cansou de ver e eu não sei. Mas enfim, no quadro de estréia, a Neurocientista Suzana Herculano-Houzel explica porque as crianças não obedecem ao não.

O quadro mesmo começa aos 3:20 mais ou menos, mas a abertura é uma graça!



Desde a primeira vez que vi esse o vídeo, ainda grávida, as palavras finais da neurocientista ficaram na minha cabeça. "Você que é adulto, pode controlar seu ímpeto de dizer não. (...) Dê ordens positivas e ajude o cérebro da criança a obedecer". E desde então que eu penso que iria sempre dar ordens positivas e evitar o não ao máximo por aqui. Ha-ha-ha. Evitar eu evito, mas dar ordens sempre positivas... Uma das primeiras palavras que Leah aprendeu a falar foi nhão, porque será?. Não ouvi isso de neurocientista nenhuma, vem da minha cabeça de leiga mesmo, mas quando vemos nossos pimpolhos fazendo uma coisa errada, nossa reação instantânea é dizer um belo de um não, né não? Ao ver minha filha comer um besouro, instantaneamente falo "NÃO come isso!", ao invés de "Solta esse bicho nojento, filha!" É como se fôssemos negativos por natureza. Quando Leah era menorzinha o "não dizer não" funcionava bem aqui distraindo-a. Se ela queria fazer alguma coisa que não podia, eu a distraia com outra coisa, tirava o foco do que não podia. A medida que ela começou a entender mais o que falo e a ficar mais sapeca, os nãos foram surgindo sem querer querendo. Mas não tenho dúvidas que dizer a mesma coisa sendo diferente dar ordens positivas,  é bem mais eficaz que simplesmente dizer não.

Então, vamos fazer o teste mamães? Vamos cortar o não um pouquinho, nos esforçar em falar positivamente e ver o quão melhor os filhotes obedecem?

12 comentários :

  1. Boa !!!
    adorei a dica de não dizer não!

    tem selinho no blog pra vc!

    bj

    ResponderExcluir
  2. Adoro seus posts, como sempre!

    Tentei mtas vezes isso, juro! Mas sendo mãe de um menino levado como o Arthur fica bem mais difícil! rs

    Tem selinho pra vc la tbm :-)

    bjo

    ResponderExcluir
  3. Nossa, vivendo e aprendendo!
    a Rafa ja sabe oq è NAO! e fica bem quietinha, e com 6 meses falar outra coisa e como nao falar nada eu acho, pq ela nao entende, mas vou tentar fazer isso com ela sim...
    bjs amadas.

    ResponderExcluir
  4. Oi Dayane,

    Adorei o vídeo. Obrigada por compartilhar!

    beijo

    ResponderExcluir
  5. Que saudades que estava daquiii!!! Adorei a reportagem e a explicação, acho que consegui entender melhor... Quando chegar a hora - acho que logo, logo - vou tentar controlar meu impulso de dizer não e ajudar ela a entender o que fazer... Muito útil mesmo! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi flor, cheguei ao seu blog através do blog da Luly, e adorei! Esse post veio a calhar, venho passando momentos difíceis com a Kamila (birras e mais birras), e sempre começam a partir do "NÃO"! Vou tentar mudar minha tática, rs, beijos!

    ResponderExcluir
  7. Interessante! Tb tenho tentado ser mais positiva, mas confesso que é difícil, no momento o não acaba saindo. Obrigada por compartilhar. Bjinhos

    ResponderExcluir
  8. O ser humano está acotumado ao que é mais fácil, cômodo e prático, né? E dizer 'não' é tudo isso aí. Realmente é um controle diário de dizer a palavrinha mágica (às vezes não tão mágica assim) apenas quando necessário. Li o 'Quem ama, educa' e lá dizia: para cada não, diga alguma coisa positica. E bora lá!
    Abraços,
    Aline
    www.decaronanacegonha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Obrigada por retribuir minha visita e meu comentário flor, já estou te seguindo, beijos!

    ResponderExcluir
  10. que conhecidência, ontem mesmo conversei sobre esse assunto com a minha cunhada! Obrigada por compartilhar, Não tinha visto esse video ainda, adoreeeeeei =)
    Vou começar praticar por aqui, a Lavinia ainda não fala muita coisa, mas a primeira palavra foi o "não" haha
    beijão

    ResponderExcluir
  11. Que legal Day! Adorei a dica! Eu falo um monte de não pro NIno, resultado, ele esta falando não pra mim agora!!! hoje disse não pra me dar um beijo. Pode???Vou parar já! Haha bjão

    ResponderExcluir
  12. Dayane. Esse post é importantíssimo. Eu aprendi muito com ele e percebi que preciso ser mais positiva. Digo muitos nãos para Laura. Muito obrigada por compartilhar. Beijos para vocês!

    ResponderExcluir