11 junho, 2011

Leah e o drama do olho

Dois meses atrás a região abaixo do olho direito de Leah começou a ficar vermelho e inchar. Na consulta de 9 meses a pediatra examinou e disse que era provavelmente um poro entupido, normal de acontecer e que deveria secar sozinho. Passou então um colírio para não infeccionar. Passou umas semanas e ela não melhorou então a levamos no pediatra de novo, que fez  o mesmo discurso: poro entupido, não infeccionado, que o melhor era esperar melhorar sozinho pra evitar que ela pasasse por um procedimento cirurgico e que esses casos podem levar de 2 semanas até 2 meses para melhorar sozinho. Se depois de 2 meses não melhorasse, devíamos leva-la no oftalmologista. Algumas semanas se passaram o olho dela só ficava pior, eu sabia que não ia melhorar sozinho e fomos ao pediatra pela terceira vez esperando que iriam encaminhá-la pro oftalmologista mais cedo. Não adiantaram a consulta com o oftalmologista, mas dessa vez constataram que estava infeccionado e passaram antibiótico. 


Logo que começou, em abril:


Com uso do antibiótico o olho melhorou da vermelhidão por um dia, mas depois voltou. E o que parecia ser um caroço na parte interna, passou a ser um bolha externa e formou uma casca. Finalmente chegou o dia de ver o oftalmologista que viu que estava tudo bem com a visão dela e a encaminhou pra um cirurgião plástico especialista na área dos olhos o qual marcou a cirurgia para abrir e deixar a infecção sair.

Antes da cirurgia:


É uma cirugia bem simples, a parte mais problemática é a anestesia (geral). Saimos de casa cedo, com Leah em jejum. Pudemos entrar com ela em um tipo sala de espera, onde os bebês são preparados para a cirurgia. Botei a roupinha do hospital nela e a deram primeiro um remédio pra ficar "drogada" antes de a anestesiarem com gás. Ficamos com ela esperando o remédio fazer efeito e tenho que confessar, foi engraçado ver ela drogada. Ela ficou lenta, ria, achava graça com tudo e "cantava" o tempo todo. Ouvimos as milhares de recomendações da enfermeira com os possíveis efeitos colaterais da anestesia: febre, náusea, vômito, irritação, sonolência, muito choro, etc. E então a levaram. Foi difícil entregar ela para a enfermeira e não poder ver o que iria acontecer, eu queria ficar ao lado dela o tempo todo. Foi bem rápido, uns 20 minutos depois o médico veio nos dizer que tudo correu bem. Em seguida uma enfermeira veio pra nos levar até Leah, e disse logo que Leah não estava nada feliz. Me deu um aperto tão grande quando vi minha bebê chorando tanto e super irritada com a enfermeira que a segurava. Ela gritava com uma brabeza e de um jeito que eu nunca tinha visto antes. Mas ela logo se acalmou comigo e o papai. Ela tava cansada e com muita fome, mamou e dormiu. Ainda ficamos lá por um tempo pra ela ser observada e então fomos liberados. Enquanto trocávamos a roupa ela acordou e pra nossa surpresa, acordou do mesmo jeito de sempre: feliz, sorridente e conversando. Ela não teve nenhum efeito da anestesia, não reclamou, não ficou irritada, nada. Como ela tava bem, no mesmo dia fomos para formatura do tio dela e depois saímos para jantar com a família. Ela nem parecia que tinha passado por uma cirurgia poucas horas antes, mesmo tarde da noite, ela continuava de bom humor. Ela é uma bebê forte e eu sou uma mamãe orgulhosa.  


Depois da cirurgia:

17 comentários :

  1. Nossa Dayane... que susto! Assim, não era nada grave, mas bebê é bebê, filho é filho, e mãe sempre se preocupa né? Ainda bem que não foi nada, uma cirurgia tranquila e os olhos lindos que ela tem, continuam brilhando!

    beijo

    ResponderExcluir
  2. Gloria a Deus que deu tudo certo.
    E hoje a pequena está ai linda,forte e feliz, com esses olhos maravilhosos.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Nunca tinha visto ou ouvido um caso desses. Que susto enorme deve ter sido!
    Graças a Deus tudo se resolveu.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ai q dó Dayane.. Foi um sustão hem..
    Ainda bem q deu tudo certo!
    Deus é muito bom..
    Um beijo..

    ResponderExcluir
  5. Que bom Dayane que não foi nada de grave, e a pequena que deve estar grande deve estar linda, e deve ter sido um susto enorme.

    ResponderExcluir
  6. Hum! Que bom que ela está bem! Não sei o que faria em seu lugar. O coração deve ficar apertado mesmo quando levam nosso bebê para longe da gente para uma cirurgia... ainda que simples!!!

    Beijos e que ela melhore ainda mais!!!

    lívia.

    ResponderExcluir
  7. Nossa que bom que foi rápido e que deu tudo certo. Sem os chatissimos efeitos colaterais!
    Acho q a irritação inicial era fome e vontade de ficar pertinho de vcs mesmo!

    Tô adorando tudo!

    beijão

    ResponderExcluir
  8. Menina, imagino o aperto no coração q vc devia estar... q dózinho! Mas graças a Deus correu tudo bem e não era nada grave, né?

    A Leah é um encanto de menina, realmente muito forte mesmo!

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Ô meu Deus, que peninha quando essas coisinhas sofrem, né? Se bem que Leah tirou de letra, pelo visto. Beijos mil

    ResponderExcluir
  10. que bom que deu tudo certo com a lindona aí, graças a Deus...
    a Leah é lindaaaaa , parabéns!!!

    perolasdealanis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Dayane. Que bom que tudo deu certo no final!

    Você deve ter ficado bem aflita com essa situação né?!

    A Leah é linda!! O que mais me chamou a atenção é que ela tem a mesma idade da minha filhinha Suzanna.

    Você tem twitter?

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  12. Oi Day, imagino como deve ter sido angustiante, mas graças a Deus tudo deu certo! E que bom que ela se recuperou rápido. Beijos

    ResponderExcluir
  13. um simples exame a gente já sofre, imagino a augustia mesmo sabendo que seria uma cirurgia simples! Graças a deus deu tudo certo e hoje ela está ai lindona com esses olhos ainda mais lindo =)

    beijão

    ResponderExcluir
  14. Pelo jeito os pediatras daí são como os daqui da Alemanha, né? Esperam, esperam e esperam mais um pouco antes de tomar "uma atitude". Aff.
    VOcês realmente tiveram que ficar 2 meses esperando?

    Beijo,
    karen

    ResponderExcluir
  15. Dayane. Que ótimo ter dado tudo certo. Mas deve ter sido momento de muita tensão. Afinal, cirurgia em bebezinho tão frágil é de arrepiar os cabelos. Eu acho. rs. Beijos para vocês duas! Estive ausente, por problemas pessoais, mas não quero perder mais nada.

    ResponderExcluir
  16. Que ótimo que ela melhorou :) , Até chorei pq tb tenho um caroço abaixo do olho , até agora meus mais não me levaram ao oftamologista , Eles vivem em uma correria só e trabalham muito , Já tenho isso há muito tempo e :( não quero passar por uma cirurgia , Sua filha é uma benção viu '

    ResponderExcluir
  17. É alguma doença ? Poderia me dizer para pesquisar melhor ?

    ResponderExcluir