24 agosto, 2012

Viagens...

Segunda-feira eu e marido faremos nossa primeira viagem sem Leah. Ela vai ficar com os avós e nós vamos pra NEW YORK CITY!! Por mais animada que eu esteja pra viagem não paro de pensar em como ela vai ficar esses 4 dias sem nós. Já falei que tudo bem se ela não sentir saudades, melhor assim. Eu já estou com saudades, mas não vou mentir, to animada pra ter um folguinha. Como vai ser bom esse tempo so com o marido!

E logo depois de NY, Leah e eu partimos pro BRASIL!! Vamos estar lá todo o mês de setembro. Ainda estamos vendo se vai dar certo pro papai ir passar a última semana lá com a gente. Claro que to animada pra ver a familia e amigos, mas so penso na comida. Ai como eu vou comeeerr, nem ligo se eu voltar com mais 10 quilos! Quando grávida de Leah eu queria tanto uma comidinha brasileira. Agora vou me jogar na comilança, já fico com água na boca. Grávida gulosa!

Vou lá, tirar as malas do armário! ;)

21 agosto, 2012

Baby-oh!

Ontem vimos o baby #2! Não tem como não ficar toda boba quando a gente vê aquela coisinha pela tela a primeira vez. Ver que dentro de mim tem um mini ser humano em desenvolvimento, pulando, se esticando, mostrando os músculos e com um coraçãozinho forte a 160 bpm. Agora a coisa parece mais real. Principalmente pro papai que ficou todo animado depois que viu o baby. Perdi um quilo desde minha última visita menos de 3 semanas atrás. Pelo dia que escolhi pra contar a gravidez (já que não tenho certeza da data da última mestruação), ontem eu estaria completando 11 semanas, mas pelo tamanho na ultrasom a estimativa foi de 11 semanas e 4 dias. Como é só um pouquinho a mais, vou continuar com a mesma contagem, completando mais uma semana a cada segunda-feira.

Atenção pro super pulo em 1:30 e a espreguiçada em 1:43. Hehehe

13 agosto, 2012

10 semanas - Um feto

Hoje completamos 10 semanas de gestação. Começa o período fetal, meu embriãozinho já é considerado um feto! Em duas semanas acaba o primeiro trimestre, to animada mesmo é pra que acabe os enjoos. No começo do mês fomos a primeira consulta que foi mesmo que nada, só fiz exame de sangue e urina e ouvi a enfermeira falar o que esperar da gravidez (!). Dia 20 temos outra consulta e aí sim vamos fazer um ultrasom e ouvir o coraçãozinho. Ainda não escolhi um médico, to jogada ao vento. Queria uma mulher essa vez. Nada contra o médico que tive na gravidez de Leah, é que eu gosto de mudar mesmo. Ele nem tava lá quando Leah nasceu e eu realmente não me importo quem faz o parto. Na verdade quem faz o parto sou eu e o baby né? Não sou do tipo que precisa de amizade com médico. Por mim eu seria acompanhada só pelas midwives (enfermeiras-parteiras) mas marido prefere um médico e como estariamos pagando a mesma coisa, ele prefere pagar por alguém mais capacitado em caso de emergência. Então estou ainda procurando uma referência.

Feto do tamanho de uma azeitona verde

Outro dia perguntei a Leah "cadê o bebê?" (estava perguntando da boneca). Ela respondeu "aqui", levantou minha blusa e deu um beijo na barriga. Agora ela ta começando a levantar a blusa dela, quando perguntamos do bebê, pra dizer que ta na barriga dela. 

To toda achando que é um menino, e pra completar o marido sonhou com um menino. Na primeira gravidez eu não achava nada e não dava palpite nenhum. Engraçado que antes de engravidar eu achava que teria outra menina e agora acho que é um menino, o que me faz pensar "será que é intuição? será que to certa?" e os níveis de ansiedade vão lá pra cima. Aqui eles só fazem a ultrasom pra saber o sexo com 20 semanas. É pra matar qualquer mãe de ansiedade. To super tentada a fazer um teste de urina, mas não sei o quanto apurado é. Andei lendo e deu certo pra muita gente, mas também deu errado pra algumas, daí falta a coragem de gastar 30 dolares em um teste que não vai me dar certeza. Acho que vou estar no Brasil quando eu tiver com umas 16 semanas e vou ver se faço uma ultrasom por lá. Perceberam como estou ansiosa pra saber o sexo né? 

02 agosto, 2012

Brincadeiras simples

Muito tempo atrás (há uns 6 meses) chegou uma carta aqui do hospital com um questionário imenso sobre desenvolvimento psíquico e motor. É um procedimento do hospital pra verificar se a criança ta se desenvolvendo bem e também pra identificar casos de autismo. Respondi e pouco tempo depois o hospital mandou a resposta, afirmando que estava tudo bem com o desenvolvimento de Leah e junto veio uma lista com sugestões de atividades simples que podiam ser feitas em casa e que ajudam o desenvolvimento psicomotor da criança. Uma pena que perdi a lista, mas ainda fiz algumas das atividades que hoje vou compartilhar aqui. É ótimo pra quando estamos precisando de uma brincadeira diferente. O único problema é que são simples e rápidas, dá pra fazer tudo de uma vez só. Essas atividades são pra crianças de 18 meses, mas até hoje ainda faço com Leah. 

PS: Ai como minha Leah era menorzinha e mais gordinha. Ownnn

Mail box
Você vai precisar de uma caixa de sapato e cartas. É só cortar um furo no centro da caixa e deixar a criança colocar as cartas na caixa.



Leah ficava frustada porque não conseguia colocar logo as cartas no buraco. Incentivei pra que ela continuasse tentando e depois que pegou o jeito ela adorou e ainda brinca com essa caixa hoje.

Jogo dos copos
Precisa de três copos não-transparente e um objeto qualquer pra esconder. Você mostra a criança o copo que escondeu o objeto, mistura os copos e pede pra ela mostrar em que copo está o objeto. leah foi super bem nessa. Mistura devagar e só uma ou duas vezes hein, que também não são ninjas. hehehe



Boliche
Uma bola e doze garrafas. Leah não acertava as garrafas com a bola, então ela ia lá e chutava mesmo. Hahaha



Encontre o par
Distribua alguns pares de sapatos ou meias, pegue um e peça pra criança mostrar o par. Essa Leah não entendeu bulhufas do que eu queria, ela so queria saber de pegar o sapato favorito, o Crocs.



Dress up
Deixar a criança se vestir com roupas e acessórios do pai ou da mãe. Ela usou o óculos e chapéu dela pra completar o look, mas o chapéu torto foi ela mesmo que botou pra fazer estilo happer. Hehe Ela adorou, não parava de se olhar no espelho. Ficou uma gatinha!!