26 março, 2013

Amamentando pela segunda vez

Quando Kylie veio pro meu colo, logo depois de nascer, ela encontrou meu peito e chupou com força. Pensei: essa sabe o que esta fazendo! Mas ela ainda teve que aprender e eu reaprender. Eu não lembrava mais como era amamentar um bebe tão pequenino. Dava trabalho pra ajudar ela a pegar o bico corretamente. Durante a primeira semana eu a acordava a cada 3 horas, dia e noite, pra mamar. Começava a primeira luta. Acordar recém-nascido = missão quase impossível. A boquinha minúscula mal se abria e enquanto eu esperava ela abrir bem a boca, ela ficava nervosa. Às vezes ela botava as mãozinhas na frente e não me deixava ver nada. Aí era outra luta pra tirar a mão do meio, segurar a cabeça dela e o meu seio. Passado o sufoco pra pegar o seio direitinho, mamava lindamente. Ela cheia de força e eu cheia de colostro. 

Os três primeiros dias não são nada agradáveis. A pega correta ajuda a não machucar os mamilos, mas ainda dói enquanto eles se acostumam com o suga-suga. Como dói. Quando ela pegava o seio eu prendia a respiração. E ainda tem as cólicas que acompanham. O que quer dizer que ela estava mamando bem e o meu útero voltando ao normal.

Com Leah nunca usei nenhuma pomada pra não machucar os mamilos, era só o próprio colostro e ar livre. Dessa vez ouvi muito falar da pomada Lansinoh, que era ótima tanto pra tratar quanto pra prevenir machucados. Enquanto Kylie mamava em um seio, eu passava o próprio colostro no outro e deixava secar. E quando lembrava, passava a pomada após as mamadas. Assim não tive problemas com mamilos feridos.  

A coisa fica boa quando o leite desce. Que pra mim foi no 4˚ dia. O peito enche, fica mais fácil pro bebê pegar. Os mamilos se acostumam e deixam de doer. As cólicas acabam. Como é lindo o som do bebê engolindo sem parar, com tanto gosto que você sabe que ele ta enchendo bem a boca. Mais lindo ainda é quando o bebê solta o peito e você a boquinha toda suja de leite!


E haja leite. A filha passa a golfar a cada mamada de tanto que come. A mãe acorda ensopada. Filha mama de um lado, leite jorra do outro. Os peitos viram pedras de tão cheios. E lá vai a mãe ordenhar nas madrugadas. E quando você tira mais de 150 mls de leite de cada peito, é motivo pra tirar foto e postar no blog mesmo.

E olha que eu parei de ordenhar porque acabou
o espaço do saquinho, o leite ainda não tinha acabado.

Falando em ordenhar... Achei o acessório que me faltava pra essa vida de vaca-leiteira lactante. Um sutiã que segura as bombinhas. Comprei logo que vi. Com Leah eu precisava segurar as bombas e ficava olhando pra parede sem poder fazer mais nada. Tirar leite era chato, era entediante. Não más! O sutiã é mara.

Euzinha nas madrugadas. Ordenhando e lendo blogs. Só me falta o glamour. ;)

Estoque de apenas 10 dias de produtividade e 5 ordenhas.

Posso deixar a baby com o papai e sair tranquila. Não testamos ainda pra ver se ela pega a mamadeira, mas como ela pega a chupeta, acredito que não vai ter problemas. Já saí três vezes sem a pequenina, e felizmente ela dormiu o tempo todo que estive fora. Não acredito que ela terá oportunidade pra tomar todo esse leite ordenhado. Vou procurar saber se aqui na cidade tem um banco de leite onde eu possa doar. 

É tão gostoso ver meu bebê crescendo se alimentando somente do meu leite. E ver a carinha dela drogada de leite e sorrindo à toa com a barriga cheia depois de uma mamada... 


Ah não tem preço!!

20 março, 2013

Separadas por uma peruca

Kylie com 3 dias, lembrei da foto de Leah no trocador, também com 3 dias, e quando ela me deu o primeiro sorriso. Botei Kylie no trocador, comecei a tirar fotos, e a lindona me abre um sorriso, do mesmo jeito da irmã. Só então percebi como elas são parecidas.


17 março, 2013

In love

Estou completamente apaixonada por essa coisinha linda e cabeluda. É incrível como amor de mãe se multiplica. Quero abraçar, cheirar, apertar, beijar e nunca mais parar! Não aguento quando ela abre esses olhinhos de jaboticaba, é fofa demais, toquinho de gente tão gostosa.

Leah ama a irmã e não tem demonstrado ciúmes nenhum. Não esperamos que vá ser assim sempre, mas estamos curtindo esse momento lindo. Leah já acorda procurando Kylie, quer segurar ela o tempo todo, beija, abraça, faz carinho, dá a chupeta, fala: "It's ok, não chora". Quando segura a irmãzinha ela levanta a blusa pra dar de mamar. Hehehe Quer ajudar e participar de cada momento, o que requer um pouco de gingado, e paciência também, dos pais. É pra acabar com o coração da mãe ver esse amor entre irmãos surgindo.

É normal a gente se apaixonar de novo pelo marido quando o conhecemos pai. Na segunda vez não é diferente. Amo ver meu marido babando na cria. O cuidado, ajuda, disposição, preocupação com nosso bem estar, só me faz admirá-lo mais. É a presença dele que torna esse momento pós-parto uma experiência tão gostosa pra nossa família. 


É muita ocitocina* rolando nessa casa, minha gente!

*Ocitocina é também conhecido como o "hormônio do amor".

13 março, 2013

Nasceu!!!

Com 40 semanas e 2 dias, ela finalmente chegou!!! Kylie nasceu de um parto normal lindo às 12:07 am do dia 13 de Março de 2013 com 3.460 kg, 52 cm, cheia de cabelo bem pretinho. Uma fofa, muito boazinha, pega o peito super bem. Estamos apaixonados!!

05 março, 2013

39 semanas, mais grávida do que nunca

39 semanas, 1 dia, e na espera.

Se fosse a primeira gravidez, a essa altura Leah já estava com mais de 24 horas de nascida. Ou seje, nunca estive tão grávida antes! hahaha

Kylie parece confortável aqui dentro, nem sinal de que ta pra sair. Mas o trabalho de parto pode começar de repente e dessa vez estamos passando por um momento que não passamos da primeira vez. Com Leah foi tão rápido, estávamos tão despreparados que nem deu tempo de passar por essa fase de simplesmente esperar. E eu to curtindo essa ansiedade, ficar imaginando quando ela vai chegar, ver o marido todo nervoso toda vez que eu ligo pra ele quando está no trabalho, ou ele me ligando pra saber como estou. Ele está mais ansioso que eu, diz que já tá bom, que é a vez dele de segurar Kylie. =)

Marido tava sempre saindo com Leah pra que eu tivesse um tempo livre em casa pra ajeitar as coisas, ou ele ficava em casa com ela pra eu sair sozinha. Agora me diz se é certo o marido te mandar um video desse quando você ta curtindo um momento sozinha?



Mas logo depois ele mandou outro dela melhor e dando gargalhada. =) E sim, ela acorda, o marido troca a fralda e não bota a calça de volta na cria.

Foi bom resolver tudo tudo e poder só esperar, tive um tempinho pra sair sozinha com Leah e dar uma folga pro papai. Mas aí ela me vem com essa:



Não queria sair comigo! Posso com isso? Mas tivemos uma manhã gostosa, levei ela no museu das crianças, brincamos e aproveitamos muito um momento só nós duas, antes que a irmãzinha chegue. E que bom que fomos, porque a Dona Mãe Natureza, ao invés de nos mandar flores, o verde e o cantar dos passarinhos, está é mandando muita neve. E nem querendo que eu saio de casa com um bucho de 39 semanas, uma criança de 2 anos e com neve até o joelho.   

Dêem seus chutes pessoal, quando vocês acham que baby Kylie fará sua grande estréia nesse mundão? Fatos a considerar:

- Completo 40 semanas dia 11.
- Eu não sabia a data da última menstruação, então a data prevista é apenas aproximada.
- As ultra-sons indicou a bebêa 4 e 5 dias maior do que essa contagem, mas na verdade ela pode até ser mais nova do que a gente acha.
- Minha primeira gravidez durou exatamente 39 semanas.

38 semanas
39 semanas