13 outubro, 2014

A is for Apple

Começo de outono é a época das maçãs e as fazendas nos arredores abrem pra que você possa ir lá colher maçãs das árvores. É um programa bem gostoso de fazer com a família. Eu queria muito ir com o papai junto mas não deu. Calhou de algumas amigas terem combinado de ir na primeira semana de pré-escola em casa, com o tema de maçãs, estudando a letra A de Apple. 

Registrei tudo em video. Quer vir com a gente?

03 outubro, 2014

A pré-escola aqui em casa

Gente, se vocês comentaram aqui e o comentário sumiu, não foi porque eu não aprovei. Os comentários aqui não passam por aprovação, então se você clicar em enviar o comentário e não aparecer é doidera do blog. Já aconteceu comigo em outros blogs e também tentando responder os comentários aqui mesmo. Então se não aparecer seu comentário e você for paciente, tente outra vez. 


*****

Quando eu decidi fazer  em casa veio muitas dúvidas. Como fazer? Como começar? O que ensinar? Serei capaz? Quando fui pesquisar o assunto um mundo imenso, com milhões de ideas apareceu na minha frente e eu fiquei ainda mais perdida. Tanta coisa boa que tem por aí e eu queria fazer tudo e não sabia como planejar. 

Pensei em como é a rotina na escola. Lá as crianças precisam de um pouco de independência e recebem algumas responsabilidades. Como por exemplo, tirar o casaco sozinhos e pendurar no devido lugar. Leah já sabe se vestir bem sozinha, apesar de nem sempre o querer fazer. Mas tanto pra se vestir quanto outras coisas nós incentivamos pra que ela faça sozinha. Já era mesmo hora dela começar a ter o que aqui se chama de chores, que são tarefas domésticas/obrigações dentro de casa. Por agora ela tem três simples obrigações: arrumar a cama, colocar o prato sujo na pia e arrumar os brinquedos. Tem muito mais coisas com que ela já pode ajudar em casa, mas eu quis focar apenas no que pode ser feito diariamente. Eu podia ter incluído também se vestir, mas como ela já faz sozinha toda manhã, não achei necessário. Às vezes ela se troca logo que acorda, tira o pijama e já sai do quarto toda arrumada no estilo dela que inclui blusa, legging, saia e às vezes até um diadema na cabeça. Fiz um quadrinho com figuras que representam as obrigações pra ela marcar quando as cumprir e quando tem os três marcados ela ganha um adesivo que ela bota nesse quadrinho mesmo. Funciona muito bem, ela adora. E assim a gente vai trabalhando responsabilidade e independência.


Também faz parte da rotina diária das escolas aqui o circle time, que é quando as crianças sentam em círculo no chão para ouvir estórias e outras atividades. Sempre a levo pra contação de estórias durante os meses frios, mas nesse ano letivo estaremos toda semana na contação de estórias na biblioteca. Assim ela se familiariza um pouco com o circle time e trabalha concentração, o que não é um problema, ela presta bem atenção. Tem também a  vantagem de estar na biblioteca onde ela fica em contato com os livros. Nossa biblioteca tem um espaço bem legal pra brincar, sempre depois da contação de estórias ela vai brincar e toda vez voltamos pra casa com uma pilha nova de livros. Outra coisa muito legal é que toda primeira quarta-feira do mês tem um tema cientifico. Os livros lidos são no tema e também no final tem mesas com varias atividades. Em setembro o tema foi arco-íris e agora em outubro, tamanhos. 



Não sou muito boa quanto à musicalização. Estou tentando mais ter um momento pra ouvir musicas infantis, cantar e dançar com as meninas. Por sorte conheço alguém que faz aulas gratuitas de música duas vezes por mês durante o ano letivo. No ano passado ela fazia toda semana, mas começamos a frequentar já no finalzinho. Agora temos todas as segundas e quartas manhãs de sexta-feira do mês reservadas para a aula de musica. 

Ela também ta inscrita em uma aula comunitária chamada kinder fun, que é pra ajudar, acredito que principalmente essas crianças que não fazem pré-escola tradicional, a se preparar para o kindergarten. Acredito que seja uma uma pequena demonstração de como é um dia na escola. Essa aula é só de uma hora e meia, uma vez por semana durante 6 semanas. Ou seja, somente 6 aulas de 1h30min cada. Mas como tinha duas sessões, inscrevi Leah nas duas, então ela vai ter um total de 12 aulas. 

Um ponto que as pessoas costumam se preocupar com criança que não vai pra escola é quanto a socialização. Escola não é o único ambiente para socialização. E pelo que já citei aqui vocês podem perceber que Leah frequenta vários ambientes e tem contato com outras crianças quase todos os dias. Oportunidades para socializar não faltam e eu to pra ver criança mais sociável que Leah. Há também o argumento da importância de ser ter vínculos fortes entre as crianças e não de só de estar entre crianças que não conhece. E sim, ela tem os amiguinhos dela. No ano passado fizemos um rotating playgroup. Um grupo com 5 crianças que se juntavam pra brincar toda semana, cada semana na casa de um. Esse ano com a maioria indo pra pré-escola e outras atividades os horários não deram pra gente fazer o mesmo playgroup, mesmo assim convidamos uma amiguinha pra vir brincar aqui vez ou outra. 

Nós tínhamos um quarto da bagunça que estava destruído por causa de uns problemas de infiltração um tempo atrás. Eu e Alex botamos o carpete do chão, pintamos as paredes e arrumamos mais os troços velhos pra fazer tipo a salinha de aula. Um lugarzinho pro nosso momento didático, pra guardar os materiais de artes e poder pendurar coisas nas paredes. Eu ainda estava um pouco perdida quanto ao conteúdo que estaria trabalhando com Leah em casa. Foi quando que por sugestão de outra mãe que também ensina em casa que eu encontrei um site com um currículo com tudo já bem organizado e planejado. Apesar de eu não estar seguindo a risca, ter um exemplo em mãos me ajudou muito a saber como me organizar e fazer meu próprio planejamento. 

Leah sempre foi muito resistente quando eu tentava ensinar alguma coisa pra ela. Quando eu digo que uma coisa é assim, ela diz que é assado e pronto não tem conversa. Daí pra ensinar eu resolvi usar um fantoche, que a gente diz que é a professora. Ela amou e faz tudo pra agradar essa professora. Estamos trabalhando uma letra por semana com atividades que incluem números, formas, cores, com uso da coordenação motora fina e grossa, raciocínio, ciência, etc. Eu apresento as letras maiúsculas e minúsculas, e o som de cada uma. Ela já sabia escrever o nome sozinha, sem olhar e sem eu soletrar, mas todo em maiúscula. Essas quatro primeiras semanas trabalhamos com as letras do nome dela pra que ela aprenda a reconhecer o nome em letras minúsculas também. Ela não gosta de escrever em minúscula e tudo bem, o objetivo é apenas reconhecer. Já acho muito legal que ela saiba escrever  o nome sozinha. Cada semana tem o tema da letra, por exemplo A de Apple, a semana toda é focalizada em maçãs e as atividades com esse tema. Semana passada fizemos L de Leaf, que cai perfeito pra essa época do ano, com a chegada do outono e as folhas caindo das árvores. Na segunda-feira falamos sobre as quatro estações e suas características, e o resto da semana foi focalizada na estação que estamos, o outono. Essa época do ano tem muitos temas, como é época de maçãs e abóboras, o outono, halloween, thanksgiving, depois vai chegar o inverno, natal... assunto é o que não vai faltar.  

Não temos um horário fixo. Primeiro pensei em fazer com Kylie junto porque ela pode se beneficiar com as atividades também, mas das vezes que tentamos ela berrou o tempo inteiro e atrapalhou muito. Então a gente tem feito mais quando Kylie está dormindo. Pelo menos temos conseguido fazer todos os dias.

Atividade: rolar o dado e marcar na árvore o número correspondente.