18 maio, 2015

Mãe Juíza



Outro dia eu li uma frase que definiu com excelência a minha maternidade:

"Quando se tem um filho, você é mãe. Quando se tem mais de um, você é juíza".

Vamos confessar. Tem muitas vezes que no final do dia eu me sinto como se a única coisa que fiz o dia inteiro foi apartar brigas. Teve uma época que eu achei que ia precisar construir um muro divindindo a casa ao meio e criá-las em lados separados. 

As brigas começaram cedo. Acredito que logo que Kylie começou a se locomover e botar suas mãozinhas nas coisas que antes eram exclusivas da primogênita.  E assim começou o arranca-arranca de brinquedos das mãos e a gritaria estridente. Agora que Kylie já está mais crescida, elas estão brincando por períodos mais longos juntas. Mas quase toda brincadeira acaba com uma chorando. Ou a outra. Ou ambas. 

Ser mãe juíza/pacificadora é um trabalho árduo. E cansativo. Às vezes intervenho rápido. Às vezes finjo que não estou vendo e espero pra ver se elas se entendem sozinhas. 

A gente se reproduz novamente imaginando aquela relação linda de irmãos: amor sem fim, abraços e beijinhos, amizade, companhia constante para as brincadeiras. Aí vem a realidade e BOUM!



PS: Apesar das brigas elas se amam sim. Também tem muito abraços e beijinhos, e tapas. Esse é apenas um relato do lado B. As brigas entre irmãos são partes de uma relação normal e saudável.

Mais alguma mãe de mais de um se identifica?

9 comentários :

  1. Oi amiga!
    Olha aqui em casa tbm é assim.
    Isaac tira td da mão da irmã e e uma gritaria q as vzs com um grito meu resolve e fica td na santa paz rs
    Mas tbm existem.os momentos de mta ternura de abračos e beijos....Rafa e mto carinhosa e sempre esta demonstrando carinho ao irmão...e mto amor neh amiga?
    Facil nao e mesmo. Mas sao fases....
    Tento.sempre lembrar disso. Nem sempre consigo rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe vamos orar pra que qnd estiverem maiores e mais maduros melhore um pouco, mas acho q briga vai sempre existir entre irmãos. Bjs

      Excluir
  2. Que bom que vc voltou. Vou comentar sobre os posts desde a sua volta tudo aqui, ok? Sobre o mão descontrolada, eu levantei a voz pela primeira vez pra Bebella depois que a Lia nasceu, com todo o stress de ter um recem-nascido. Fiquei muito mal e comecei a me controlar mais e ler sobre o assunto. Tem um grupo no facebook muito interessante, se chama Positive Parenting e eles têm várias dicas pra uma yell-free life.

    Sobre as fotos e blog, eu ando muito desanimada e meio que abandonei o meu. Hoje estou usando o Instagram como um mini-blog. É mais fácil que escrever um post inteiro e mais fácil de controlar a privacidade.

    As brigas ainda não chegaram aqui em casa e eu acho até estranho. A Lia tem quase 21 meses e elas nunca brigaram. Sei que deve chegar eventualmente, mas vou aproveitar enquanto não vem.

    Ah, e tem uma novidade, nós estamos de mudança pros EUA. Meu marido foi transferido por 2 anos e chegamos em Houston em julho.

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Thaís que demais que vcs então indo pra Houston. Meu marido está tentando conseguir trabalho na área de Dallas. Só tenho ouvido maravilhas sobre o Texas. Quem sabe um dia a gente não se conhece?
    Levanta as mãos pro céu e agradece que aih não tem brigas. Que o Senhor conserve a paz no seu lar!! Hehehe
    Qual teu nome no Instagram? Tudo bem se eu te seguir?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal! Ainda estou me acostumando com ideia porque a nossa vida la vai ser bem diferente daqui na Inglaterra, mas uma aventura eh sempre bom! Se aparecer pelo Texas avise! :)

      Haha eu sei que a paz entre elas nao vai durar, entao vou aproveitando enquanto da.

      Pode sim, claro, eh @tsbessa

      Bjs

      Excluir
  4. aaaaai como e dificil super me identifico. costumo dizer que depois da segundinha aqui de casa virei JUIZ DE RINGUE ao inves de mãe de 2 kkk aqui tb rola abraços , beijos juras de amor, mais vou te contar quando eles brigam parece que não vai ter fim. bjs

    ResponderExcluir
  5. Euu aquiiii!!!! \0/ haha Nossa, por aqui tb tenho 2 meninas com diferença de 3 anos e você descreveu exatamente como me sinto no final do dia... entre tapas e beijos uma coisa eu tenho certeza, uma não vive sem a outra!!! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem desse jeito mesmo, entre tapas e beijos. hehehe

      Excluir